Seguidores

sábado, 18 de agosto de 2007

21º Projeto Missionário do DEMEC






Foram 21 dias de muito trabalho e dedicação de mais de 60 jovens na cidade do interido do estado do Rio Grando do Norte, numa cidade pequena chamada Felipe Guerra... E realmente passar estes dias lá foi uma verdadeira GUERRA!




Sol quente, casa apertada, àgua abundante para alguns e pouca àgua para outros...., mas no coração uma certeza estavamos ali para demosntrar o nosso amor, primeiro a Deus e depois a cara um dos moradores daquela ciadade.




Muitas coisas aconteceram: treinamento, evangelismo, operação campo, teatro, coreografia, pregação na feira e na praça, mas o que mais me chamou atenção foram duas coisas: uma coisa dentro e fora das nossas BASES (casas onde nos hospedavamos).




Durante todo o projeto pude perceber como a unidade e o amor entre os membros da equipe foi acentuado. Cada dia que passava nos sentiamos mais e mais unidos... mas não tinhamos outra opção! As casas que ficamos eram tão apertadas que era quase impossível você passar sem perceber ou falar com o outro. E caso você esquecesse ou acordasse com um certo mal humor, sempre tinha alguém para lhe lembrar de sua tarefa de se confraternizar com cada um dizendo e grande e cheio de dentes: BOM DIA!




Mas além disso, fomos profundamente confrontados pelo Senhor em cada manhã de oração e consagração, principalemte pelos personagens ilustres que visitavam os nossos cultos matinais: Pr. Ariovaldo Ramos, Pr. Ronaldo Lidório, Pr. Aurivan Marinho, Presb. João Batistas, Pr. Marcone Carvalho, entre outros. Alguns deles apareceram de forma "corporea", mas outros como o Pr. Ariovaldo Ramos recebeu uma forcinha da atual tecnologia..... (risos). Fomos confrontados a deixar a nossa vida mediocre e ira anunciar a verdade que um dia nos foi anunciada por Cristo. Verdade esta que liberta e tira o homem das trevas do pecado. Uns foram chamados, outros tiveram suas vidas confrontadas com as palavra de desafio de marcarmos a história de nossa tão jovem denominação, 40 anos, e nos dispormos a participar da abertura de nossos campos para a Glória de Deus...




Muito quebrantamento, contrição e lágrimas marcaram as nossas reuniões matinas, mas tudo isso na certeza que o Senhor nos marcava como Jacó no Vau de Jaboque.




Isso tudo era necesário, pois todas as tardes tinhamos um desafio muito grande: LEVARA A PALAVRA DA SALVAÇÃO A UM POVO DE CORAÇÃO DURO E INSENSIVEL A PALAVRA DE CRISTO!




Logo na primeira semana um certo desânimo nos queria dominar, mas o Espirito do Senhor nos levou a orarmos mais e clamarmos por cada um dos moradores daquela cidade que não estava nem aí para a Palavra de Deus e de assumir um compromisso com Ele. Mas, creio eu, Deus estava querendo nos ensinar que ele é o Deus soberano e que tudo esta em suas mãos e que o nosso dever ali era de anunciar a Palavra, apenas isso! E que o resto, no tempo dele, ia acontecer.




Mas, como o Senhor é rico em misericordia e bondade, ele começou a nos mostrar que ele realiza o que quer, como quer e quando quizer... VIDAS COMEÇARAM A SE CONVERTER! Crianças, jovens e adultos! É bem verdade que saimos de Felipe Guerra com um número considerável de pessoas decididas (19 adultos e 28 crianças), mas com a certeza de dever cumprido. Toda a cidade foi alcançada com a Palavra de Deus das mais diversas formas.




Hoje habita em meu coração uma certeza, pude, juntamente com os outros jovens que estiveram ali em Felipe Guerra, contribuir para que mais vidas ouvissem falar do Jesus que morreu e ressucitou para a nossa eterna redenção e continua purificação... de um Jesus que sofreu para nos dá vida e vida em abundância... um Jesus que um dia irá voltar para levar aqueles que pertencem única e exclusivamente a Ele. A Ele sejam dados HONRA, FORÇA, GLÓRIA, MAJESTADE, CIÊNCIA, REVERÊNCIA, GRANDEZA, LOUVOR E ADORAÇÃO por todos os séculos dos séculos, amém!





SOMENTE A DEUS A GLÓRIA!








Patrick Cézar da Silva

participante do 21º Projeto Missionário do DEMEC

3 comentários:

nuna disse...

Que maravilhoso poder ver e ouvir dos milagres de Deus. Tenho certeza que a ida deste grupo à Felipe Guerra foi um propósito do Senhor para plantar naquela cidade a semente da palavra Dele. E creio que ela irá frutificar, no tempo certo, do modo Dele. Deus abençoe a vida de cada um desses jovens que se dispuseram e foram anunciar as verdades do reino.
Um forte abraço, e fique na paz do Senhor.
Bruna Irineu - Demec Recife.

Matheus Rezende disse...

É bom ver que a obra do Senhor Jesus está sendo realizada, e que a sua palavra está sendo levada a todos.
Ouvi comentarios sobre as dificuldades na cidade de Felipe Guerra, mas sabemos que o Deus a quem servimos mostra Seu poder nas dificuldades, e faz as coisas da forma que ele quer.
Espero poder está no proximo projeto missionario,se assim Deus me permitir.

Fiquem na Paz!!

Matheus R Carneiro - IEC Guarabira/PB

Anônimo disse...

Ter ido ao projeto de Filipe Guerra realmente foi algo de Deus na minha vida.Ganhei um visão nova do que é ser um servo de Deus,e quanto trabalho há para ser feito.Que Deus abençoe o próximo projeto,que espero estar lá.

Abraão Lucas - IEC estância Recife